Immo Invest

Por que investir em empresas que não estão na bolsa?

Se você quer investir em novos negócios, precisa enxergar além da bolsa de valores. Algumas companhias ainda não estão nesse mercado, mas também recebem aportes de pessoas interessadas no investimento. E o melhor: podem render ótimos ganhos no longo prazo. Saiba mais a seguir.

Equity crowdfunding: invista em empresas fora da bolsa

Quando uma empresa abre participação no mercado de ações, é sinal de que já conseguiu se estruturar. Isso porque a Bovespa não exige um limite mínimo de faturamento, mas há os custos de compliance, bem como uma série de normas específicas relacionadas à divulgação das informações.

Desse modo, você raramente encontra papéis de um empreendimento de pequeno porte sendo negociados. Apenas marcas grandes ou famosas costumam lançar IPO.

No entanto, as companhias que estão fora da bolsa podem ser tão ou mais promissoras que os nomes no pregão. Muitas delas apresentam potencial de crescimento, embora não tenham atingido um patamar mais consolidado. Em alguns casos falta tempo de estrada. Em outros, a questão se resume ao dinheiro investido no projeto.

Por exemplo, é comum que organizações novas fiquem deficitárias nos primeiros anos. Existe uma escolha estratégica de reinvestir todo dinheiro que entra, de modo a expandir o campo de atuação do negócio.

Talvez uma empresa endividada não seja muito atrativa no mercado financeiro, pois não gera dividendos. Porém, quando você mira o longo prazo, percebe as reais chances de retorno do investimento.

O equity crowdfunding ilustra bem essa situação. Na modalidade, um grupo de investidores financia a abertura de uma companhia. Em troca, recebe participação nessa empresa. O segredo da rentabilidade está em enxergar as perspectivas de valorização.

Investir em empresas que não estão na bolsa pode ser rentável

Em termos de perfil do investimento, o equity crowdfunding se assemelha à compra de ações. Ambas são opções arrojadas, uma vez que apresentam risco elevado. Se, na bolsa, os papéis estão sujeitos às oscilações do mercado, fora dela o desafio é a empresa se tornar lucrativa e competitiva a ponto de dar retorno aos investidores.

Trata-se, portanto, de um investimento de longo prazo. Você deve escolher os segmentos mais interessantes e esperar pelo sucesso da companhia na qual alocou recursos.

Sim, há a possiblidade de o negócio não dar certo e você perder dinheiro. Por outro lado, caso o empreendimento cresça e se valorize, sua participação vai render ótimas oportunidades.

É possível vender sua parte na empresa por uma quantia mais alta que a da compra. Essa operação, por si só, gera lucro. Também acontece de o empreendimento inteiro ser adquirido por um conglomerado maior, entregando cifras altas aos investidores iniciais.

Sendo assim, não espere liquidez. Investir em empresas fora da bolsa significa dar oportunidade para produtos e serviços inovadores, capazes de transformar a sociedade (e, claro, de multiplicar seu patrimônio financeiro como consequência).

Quer saber mais sobre equity crowdfunding e outras formas de investimento? Continue acompanhando o blog da Immo Invest. Traremos novidades em breve para quem mira o futuro e se interessa em diversificar a carteira. Até a próxima!

Esse artigo não é uma recomendação de investimentos.

Immo Invest

Adicionar comentário