Immo Invest

O futuro dos investimentos não está nos bancos. Entenda por quê:

O setor financeiro tem passado por profundas transformações nos últimos anos. Das criptomoedas às fintechs, hoje há opções de negócio que correm ao largo das instituições tradicionais. Por isso, estude muito bem as possibilidades antes de alocar seus recursos. Os investimentos do futuro não estão nos bancos.

Inovações tecnológicas transformaram o mercado financeiro

Quem poderia imaginar, no início do século, que investidores de 2021 movimentariam somas bilionárias utilizando dinheiro virtual? Pois essa é a realidade de algumas pessoas. O Bitcoin e outras criptomoedas surgiram para subverter a lógica cambial – ou pelo menos para abrir um caminho paralelo.

Mais que isso, a alternativa nos apresentou à Blockchain, uma plataforma que permite transferir valores sem a necessidade de intermediários. Tecnologias similares, ainda que tenham sido adotadas até por instituições bancárias, permitiram o avanço de iniciativas fora do mercado financeiro usual.

A chegada das fintechs foi outro ponto de virada para as relações econômicas, e dessa vez atingindo um número muito maior de brasileiros. Isso porque empresas do tipo atuam sem burocracia. O cliente, que antes precisava ir à agência para abrir uma conta ou movimentar grandes quantias em dinheiro, agora faz tudo pelo celular.

Tamanha facilidade foi inovadora. Se em algum momento da História houve receio em confiar nos sistemas digitais, esse medo ficou para trás. O público aprendeu que pode fazer pagamentos e transferências pela internet em total segurança. E, de quebra, conheceu novas possibilidades de investimento.

Plataformas digitais abrem mais possibilidades de investimento

Os produtos financeiros dos bancos são os mais antigos e, portanto, escolhas conservadoras. Só que, embora haja a segurança e o respaldo da instituição tradicional, o investidor perde devido à baixa rentabilidade.

O problema ocorre porque companhias desse tipo têm rígidas metas de lucro a cumprir. Muitas vezes, elas comprometem o rendimento dos clientes para ampliar sua própria margem. Sem contar que o portfólio de aplicações tende a ser bastante limitado, o que restringe as opções de investimento.

Por outro lado, alocar recursos numa plataforma digital pode ser bastante vantajoso. É possível escolher uma série de alternativas, tanto na renda fixa quanto na renda variável. E o melhor: com boas possibilidades de crescimento exponencial.

Corretoras e fintechs disponibilizam produtos de diferentes parceiros, abrindo um leque muito mais diversificado para o cliente montar sua carteira de ativos. Para completar, as taxas de administração costumam ser mais baixas, ou até inexistentes em alguns casos.

Tais características tornam as plataformas digitais mais atrativas aos investidores. Eles passam a ter liberdade para escolher as aplicações, facilidade para transferir valores e rentabilidade superior à dos bancos.

E cabe ressaltar que não se trata de um modismo. Essa tendência antecipa o futuro. Cada vez mais, o público quer maneiras descomplicadas de ver seu dinheiro render.

E você, o que pretende fazer para ampliar seu patrimônio financeiro? Conte com o auxílio da IMMO Invest. Nas próximas semanas, traremos mais informações sobre investimentos para diversificação de ativos com retorno no médio e no longo prazo.

Continue acompanhando nosso blog. Em breve chegam as novidades. Até a próxima!

Immo Invest

Adicionar comentário