Immo Invest

Private equity: entenda as vantagens desse tipo de investimento

O mercado de capitais não se resume à compra de ações. Se você quer investir em empresas, também deve experimentar os fundos de private equity. Essa é uma opção que pode garantir bons dividendos no longo prazo. Continue conosco para saber os detalhes.

O que é private equity

Private equity é um investimento privado. Nesse tipo de aplicação, você aloca recursos diretamente numa empresa, podendo participar da gestão como contrapartida. A ideia é expandir o negócio para lucrar numa eventual venda.

Essa alternativa visa companhias que ainda não têm capital aberto, isto é, não estão na Bolsa de Valores. Porém, elas já se estabeleceram no mercado, contam com uma base significativa de clientes e apresentam potencial de crescimento. Só falta o incentivo financeiro.

Saiba mais: Por que o varejo cresceu tanto na crise?

Como investir em private equity

Os aportes podem ser feitos por instituições privadas, fundos de investimento ou até investidores individuais. Basta encontrar as empresas com maiores possibilidades de expansão.

Para minimizar riscos, os fundos de private equity distribuem recursos em empreendimentos de diferentes nichos de atuação. O capital aplicado serve para financiar as operações das companhias, permitindo ainda a ampliação das atividades e a profissionalização da gestão.

O principal objetivo de longo prazo é que esses empreendimentos deem lucro. Pode haver inclusive uma futura abertura de capital na bolsa, o que gera dividendos aos acionistas.

Vantagens do investimento em private equity

Investir em private equity significa fomentar a economia. As empresas contempladas com o aporte financeiro conseguem aumentar a competitividade, conquistar novos públicos e crescer. Isso traz benefícios à sociedade como um todo – com a criação de empregos e renda, por exemplo.

Para quem investe, essa também é uma forma de diversificar o patrimônio. Afinal, os lucros da operação podem ser significativos.

Mesmo que a organização não ingresse na bolsa, a valorização às vezes é suficiente para você vender sua participação a um preço mais alto que a aplicação inicial. Ou seja: trata-se de uma aposta interessante para conseguir mais rentabilidade.

Saiba mais: Ativos alternativos e a importância de diversificar investimentos

Equity crowdfunding demanda aportes mais modestos

Vale ressaltar que toda operação de private equity tem risco. Há negócios que não crescem o suficiente nem dão o lucro esperado. Algo de se esperar, diante dos reveses do mercado e das sucessivas crises econômicas que o país enfrenta.

Por isso, você deve estudar atentamente as possibilidades para fazer a escolha certa. Do contrário, as chances de prejuízo são grandes.

Uma maneira de investir em empresas sem arriscar tão alto é o equity crowdfunding. Esse modelo permite começar com aportes modestos. A modalidade ainda é tímida aqui no Brasil, mas chegou a movimentar US$ 1,5 bilhão nos últimos anos ao redor do globo.

Quer saber mais? Então leia nosso artigo contando como é o mercado de equity crowdfunding no mundo. E não se esqueça de continuar acompanhando o blog da IMMO Invest. Em breve traremos mais conteúdos sobre investimentos financeiros. Até lá! 

Esse artigo não é uma recomendação de investimento.

Immo Invest

Adicionar comentário